Cabo Verde adia inauguração de estádio

Projeto do novo estádio de Cabo Verde

A inauguração do novo Estádio Nacional de Cabo Verde, nos arredores da capital Cidade da Praia, deveria acontecer no meio deste ano. Mas foi adiada para outubro de 2013. É que, inicialmente, estava previsto de se construir uma arena para 10 mil pessoas. Mas ampliaram para 15 mil lugares a alguns dias atrás, exigindo a construção de novas arquibancadas.

A construção do estádio, iniciada em outubro de 2010, está sendo feita pela empresa chinesa Top International Engineering Corporation. A participação dessa companhia surpreende porque construtoras brasileiras costumam atuar fortemente no mercado de grandes obras na África. Principalmente em países de língua portuguesa, como é o caso de Cabo Verde. É o avanço chinês na África, considerado um novo eldorado para o país que mais cresce no mundo. Os cabo-verdianos já planejam até um jogo de inauguração da nova arena contra os próprios chineses.

A construção das novas arquibancadas se procederá no topo das arquibancadas existentes no lado sul e norte. Agora, o projeto está orçado em € 12,7 milhões (cerca de R$ 32 milhões) – valor baixíssimo se comparado com os nossos projetos nessa área; isso é resultado de reunir chineses e africanos, que ainda tem baixo custo em tudo, em uma empreitada desse tipo. O financiamento da obra é chinês, sem juros e parte a fundo perdido – até isso eles estão fazendo para ocupar mercado, embora o BNDES também financie projetos de brasileiros na África.

O local pretende ser uma arena multiuso, com lojas, espaços funcionais e outras facilidades. O estádio terá pista de atletismo no entorno do campo – portanto, foge do modelo mais moderno de estádio, com assentos da arquibancada bem próximos do gramado.

A área total ocupada pelo novo estádio é de 100 mil m². O campo será de grama sintética – assim como a maioria dos estádios nas nove ilhas habitadas do arquipélago de Cabo Verde, no Oceano Atlântico.

Hoje, o principal estádio do País é o da Várzea, onde joga a seleção de Cabo Verde. O lugar tem capacidade para 8 mil espectadores e fica no centro da capital. Outros estádios importantes cabo-verdianos têm 5 mil lugares ou menos.

Recentemente, o Sporting Clube da Praia conquistou o título de campeão nacional de futebol em Cabo Verde. Foi a 11ª vez que o time conquistou o título. O campeonato local é disputado pelas equipes vencedoras das competições realizadas nas suas respectivas ilhas de origem.

Sobre Augusto Diniz

Augusto Diniz é jornalista há 18 anos. Já foi redator e editor de publicações e textos institucionais; coordenador de dezenas de projetos de comunicação para diversos segmentos (cultura, economia, governo, Terceiro Setor, dentre outros); e colaborador de jornais diários, revistas e portais. No esporte, realizou cobertura para o portal Terra em Pequim dos Jogos Olímpicos (2008); da Copa do Mundo de Futebol de Salão (2008), em Brasília e Rio de Janeiro, e das 40ª e 42ª Copa São Paulo de Futebol Júnior (2009 e 2011), estas duas últimas para o jornal diário O Rio Branco (AC). Produziu ainda série de reportagens (disponível nesse blog) de todas as cidades-sede da Copa do Mundo na África do Sul (janeiro/2010) e dos Jogos Sul-Americanos 2010, em Medellín (Colômbia). Atualmente, é editor-assistente da revista O Empreiteiro, especializada em construção e infraestrutura. É ainda colunista esportivo do jornal O Rio Branco (AC) e do site Grande Área.
Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

3 respostas a Cabo Verde adia inauguração de estádio

  1. Joaquim Ferreira Andrade disse:

    orgulho de ser caboverdiano
    gostei da imagem de nosso nov canpo.

  2. Joaquim Ferreira Andrade disse:

    orgulho de ser caboverdiano
    gostei da imagem de nosso nov canpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>